Parlamento britânico fecha conta no TikTok

0
82

O parlamento britânico fechou permanentemente a sua conta na rede social TikTok, esta quarta-feira. O encerramento acontece porque vários deputados chamaram à atenção para os riscos da empresa passar dados para o governo chinês. 

Numa carta partilhada nas redes sociais, sabe-se que vários parlamentares escreveram aos líderes da Câmara dos Comuns e dos Lordes, na semana passada, para pedir que a conta da rede social fosse eliminada  estando “surpresos e desapontados” por ter sido lançada depois de “relatos recentes deixarem claro que no TikTok dados são frequentemente transferidos para a China”. 

O principal autor da carta, o deputado conservador Nus Ghani, partilhou a correspondência com o líder da Câmara dos Comuns, que explica que, apesar de serem questionados pelo comité de seleção de negócios, os executivos do TikTok “não conseguiram tranquilizar os parlamentares de que a empresa poderia impedir a transferência de dados” para o seu país de origem, a China. 

A carta, também foi assinada pelo ex-candidato à liderança do partido Tom Tugendhadt e pelo ex-líder conservador Sir Iain Duncan Smith, entre outros. Acrescentavam: “A perspectiva do governo de Xi Jinping ter acesso a dados pessoais nos telefones dos nossos filhos deve ser motivo de grande preocupação”. 

Em resposta, Sir Lindsay Hoyle e Lord McFall representantes de ambas as câmaras dizem que a conta de TikTok era “uma tentativa de se envolverem com o público mais jovem – que nem sempre é ativo nas nossas plataformas de redes social existentes – em relação ao trabalho do parlamento”. Porém, “não foram consultados sobre os planos para este projeto piloto” e por isso “decidimos que a conta deve ser encerrada com efeito imediato”. 

O responsável pela reclamação, Nus Ghani, disse na rede social Twitter que: “O bom senso prevalece”. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui