Sistema pré-pago da ENDE deu “bandeira”

0
1492
Imagem - Autor desconhecio

O registo de enormes filas em Luanda nas agências da ENDE, desde a semana passada indica o cenário que até ao momento tem sido guardado a sete chaves pelos responsáveis da ENDE mas que hoje através de um funcionário que atende o público foi desvendado o segredo o sistema de recargas de energia elétrica pré-pago teve um apagão ou se preferir a linguagem informática o que aconteceu foi um BUG ou erro no funcionamento normal do sistema, uma falha de programação que possivelmente destruiu a base de dados do referido sistema da ENDE.

O que leva a crer que as enchentes se irão verificar por muito tempo uma vez que as agências estão a trabalhar com sistema alternativo e com fraca capacidade de oferecer maior resposta a demanda actual. Existe no anterior sistema possibilidade de se obter um “adianta só de energia elétrica” o que segundo muitas das reclamações dos consumidores é que depois de terminar” o adianta só” o contador bloqueia e necessita da intervenção dos técnicos da ENDE.

No Kilamba como podemos ver nas imagens são muitos os moradores que passaram horas nas filas para obterem uma recarga de energia, mostrando-se indignados para Paulo Rosa Morador do Quarteirão A “é uma vergonha o consumidor ter que passar por está situação, assim vou chegar atrasado no serviço já passei a noite sem luz porque ontem não consegui fazer o carregamento na Sede da ENDE aquilo parecia o Roque Santeiro, nos multi-caixas a mais de duas semanas que não consigo tirar uma recarga enfim” Lamentou o cliente agastado com a situação.

Já para Sra. Telma o sentimento expresso ao KilambaNews foi o seguinte: “a ENDE tinha um dos serviços públicos mais elogiados aqui no Kilamba mas assim já esta a nos dar dor de cabeça como a EPAL, como é que com tanto investimento feito e com a receita arrecadada não se pensa em plano B?”

A nossa equipa tentou contactar o responsável de comunicação da ENDE mais sem sucesso, o kilambaNews irá acompanhar todo o desenrolar desta informação.

info@kilambanews.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here