Procurador militar de Benguela assassinado na Marginal do Sumbe

0
105

O procurador militar da Região de Benguela, António de Farias, foi assinado, esta quarta-feira, por esfaqueamento na praia da Marginal do Sumbe, quando realizava a sua caminhada matinal.

Hélder Joaquim Neto (filho) do malogrado contou que o pai saiu nas primeiras horas do dia como era habitual e horas depois foram informados da ocorrência.

“É uma dor tremenda. A pessoa que causou isso tem de aparecer e ser apresentado à Justiça”, disse citado hoje pela Rádio Nacional de Angola.

“Conheço o coronel Farias desde a década de 80. Foi pessoa sensata e amigo toda gente”, explicou Sebastião Neto, contemporâneo da vítima, adiantando ainda que “não há motivos que possam justificar uma barbaridade como a que ocorreu”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here