Governador ausculta gestores de empresas de recolha de lixo

0
1182
Os responsáveis das seis empresas de recolha de resíduos sólidos em Luanda, reuniram-se segunda-feira, com o governador provincial, Sérgio Luther Rescova, a quem apresentaram as suas dificuldades laborais.

 

De acordo com Miguel Branquinho, director geral da empresa de limpeza Vista West, que falou à imprensa, no final do encontro, o mesmo serviu de antevisão sobre a evolução dos próximos tempos, relativamente a liquidação da dívida para com as empresas de recolha do lixo.

Fez saber que durante o encontro, que decorreu a portas fechadas, o governador solicitou das empresas de limpeza e saneamento de Luanda, alguma melhoria dos seus trabalhos.

Disse terem recebido garantias do governador de que os pagamentos serão melhorados e apontou a falta de financiamento como sendo a principal dificuldade que enfrentam.

Cada empresa tem uma dívida diferente com o governo. Segundo Tchino de Sousa, director provincial do Gabinete do Ambiente e Gestão dos Resíduos da província de Luanda, a reunião serviu para apresentar as empresas de limpeza pública ao governador, uma vez que tem como uma das prioridades, no seu mandato, a limpeza pública.

Fez saber que o governo tem uma dívida global para com as empresas, orçada em 66 mil milhões de kwanzas, que a tempo oportuno será liquidada.

A província de Luanda conta com seis empresas de recolha de lixo, nomeadamente, a Queiroz Galvão, responsável pelo município de Luanda, Vista Weste, municípios do Talatona e Belas, Nova Ambiental, por Viana, Rota Ambiental, pelo Cacuaco, Elisal, por Cazenga e Sã Ambiente por Icolo e Bengo e Quiçama.

Entretanto, o interior de vários bairros da periferia da cidade está a algumas semanas com grandes amontoados de lixo, deixando mesmo intransitáveis algumas ruas.

No dia da sua apresentação aos funcionários do GPL, (08 de Janeiro), pelo ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida, Sérgio Luther Rescova, afirmou que vai apostar em um sistema multidisciplinar, no qual o profissionalismo das operadoras de limpeza e a sensibilização dos cidadãos deverão ser fundamentais, para melhorar a limpeza e saúde pública.

Na ocasião, referiu também que a melhoria dos jardins e outros espaços públicos para organização e embelezamento da província, abertura, recuperação ou melhoramento das vias secundárias e terciárias, bem como o sistema de drenagem das águas merecerão igualmente especial atenção.

Fonte: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui