Catamarans na rota Luanda-Soyo-Cabinda

O anúncio foi feito pelo Presidente em Exercício do Conselho de Administração da SECIL Marítima, João Martins, ouvido pela Rádio Nacional de Angola.

0
349

Tudo vai começar a partir do próximo ano. O objectivo é rentabilizar os meios. Em todo caso, os Catamarans precisam ser recuperados. Os Catamarans (transporte marítimo de passageiros) vão deixar de rasgar à costa de Luanda, transportando passageiros da região sul (Museu da Escravatura – Capossoca) para o Porto de Luanda (centro da capital).

O anúncio foi feito pelo Presidente em Exercício do Conselho de Administração da SECIL Marítima, João Martins, ouvido pela Rádio Nacional de Angola.Prevista para o próximo ano, a abertura da rota Luanda- Soyo-Cabinda-Luanda está condicionada ao fim dos trabalhos dos terminais do Soyo e de Cabinda, respectivamente. “São projectos que estão em curso e que tiveram paragens por causa da situação financeira do país. O terminal de Cabinda já retomou os serviços e é provável que termine dentro de 9 meses.

O terminal do Soyo tem os serviços de construção avançados, mas tudo indica que só poderemos avançar no próximo ano”, acautelou. Além disso, advoga a necessidade de se fazer manutenção dos Catamarans (4) para que se possa dar início as operações regionais. “Temos que encontrar soluções para que às manutenções sejam feitas para que possamos colocar essas embarcações em prontidão. Já fizemos o plano de negócios e vamos ver qual será a tarifa a cobrar, pois Cabinda possui um regime especial. E já fizemos este estudo”, sublinhou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here