Agentes da polícia nacional terão subsídios de patrulha

0
3182

O  Conselho Consultivo Alargado da Polícia Nacional, aprovou a semana passada, o Projecto do Estatuto do Polícia.

Entre os benefícios deste projecto, prevê-se atribuir um subsídio de patrulha aos efectivos que exerçam trabalho de rua, vulgarmente conhecido por “giro”. O mesmo, corresponderá a 30% do salário do agente, e a sua atribuição é uma das medidas que o novo Comandante Geral encontrou para valorizar o serviço operacional e conseguir diminuir o excesso de pessoal administrativo na Polícia Nacional.

Além do serviço de patrulha, estão, ainda, previstos no estatuto do Polícia, que espera aprovação da Assembleia Nacional, subsídios para o pessoal da Polícia de Guarda Fronteiras, Polícia de Intervenção Rápida, Fiscal e outros, com base na complexidade e perigosidade da sua missão.

Desde que tomou posse, o novo Comandante Geral comissário Alfredo Mingas “Panda” , tem reclamado da necessidade de se esvaziar os gabinetes, onde se estima que trabalham quase 60% do efectivo policial, segundo um diagnóstico dos Recursos Humanos apresentado publicamente, em fevereiro deste ano.

De realçar que, o estatuto do Polícia é o instrumento jurídico que regula a entrada, permanência, progressão de carreira e licenciamento à reforma dos elementos com funções policiais, além dos deveres, regalias e outras benesses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui