Polícia tenta dispersar população e atinge cidadão

0
1466

Uma briga entre entre moto-taxistas gerou uma confusão, ontem, 23 de janeiro, na avenida Fidel de Castro, a polícia na tentativa de dispersar a população, acabou por atingir mortalmente um cidadão.

Segundo as testemunhas no local, a Polícia, ainda tentou que os dois envolvidos na confusão tentassem um acordo, como não havia entendimento, os agentes convidaram os dois moto-taxistas a irem à esquadra da Engevia, a mais próxima do local do acontecimento, para a solução do problema, mas um deles negou, insistindo que o problema tinha que ser resolvido ali mesmo.

A acção da polícia foi mal interpretada pelos populares que resultou numa grande confusão e um dos agentes, para dispersar a multidão, fez disparos, tendo uma das balas embatido contra o betão e em seguida jovem cobrador de táxi, de 28 anos, aumentados assim a confusão.

Algumas pessoas fizeram barricadas na estrada, queimaram pneus, danificaram vidros de um autocarro da TCUL e quase que incendiavam a esquadra da Engevia com combustível.

De acordo com o porta voz da Polícia Nestor Goubel, explicou, que tanto o agente que fez os disparos que resultaram em morte, como o cidadão que lançou o bidão de combustível para o interior da esquadra para incendiá-la  estão detidos.

A nossa equipa apurou que os implicados vão hoje a julgamento sumário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui