GPL acolhe normativa sobre inspecção de edifícios

0
383

O Governo da Província de Luanda acolheu a proposta normativa para a inspecção e vistorias dos edifícios a nível da capital do país.
Segundo o vice-governador para Serviço Técnico e Infra-estruturas, Cristino Ndeitunga, o documento vai servir de base para a elaboração de um regulamento que aborde e análise as condições dos edifícios antigos de Luanda.
O projecto, traz consigo vários desafios desde inclusão da previsibilidade, formação de técnicos adequados, elaboração do manual de inspecção e vistorias, a massificação de acto de inspecções para implementação das normas, bem como a introdução no orçamento de verbas para a manutenção dos edifícios.
Para Cristino Ndeitunga, esta proposta vai ajudar a tomada de medidas apropriadas para a salvaguarda da vida humana e o colapso de edifícios, tendo em atenção que existem na capital cerca de 85 edifícios sob risco.
A proposta normativa, foi elaborada por três engenheiros, José Paulo Nóbrega referiu que grande parte dos edifícios de Luanda são dos anos 40 a 70 do século passado, encontrando-se no limite ou além do limite do seu tempo de vida útil.
Assim sendo actualmente “Toda a construção de edifícios em Angola deverá reger-se pelo normativo angolano existente”, sublinhou.
O engenheiro civil propõe que seja instituída a obrigatoriedade de inspecções estruturais aos edifícios tendo em conta a sua idade.
De recordar que Luanda assistiu a 25 de Março do ano em curso, o desabamento de um prédio de seis andares na zona da Avenida Comandante Valódia, sem causar vítimas mortais, bem como o desalojamento das famílias do prédio adjacente.
Dias depois, foi a vez do lote 1 do prenda a apresentar risco de desabar com as 42 famílias a serem evacuadas de emergência.
info@kilabanews.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui