ELISAL ASSUME A LIMPEZA DO DISTRITO URBANO DO KILAMBA

0
117

O Governo da Província de Luanda, anunciou, ontem (12), a rescisão de contrato com as empresas de limpeza e saneamento básico Jump Business Lda que operava na limpenza do Distrito Urbano do Kilamba e Multilimpezas Lda, por incapacidade de acção.

As duas empresas faziam parte do grupo de 7 contratadas pelo GPL, em Março do ano em curso, em substituição das anteriores cujos contratos haviam sido rescindidos.

Segundo o director do Gabinete Jurídico do GPL, Estêvão Hilário, as duas empresas, que cuidavam da limpeza dos municípios de Belas e de Cacuaco, mostraram-se incapazes de levar acabo a missão que lhes cabia.

Estêvão Hilário afirmou que o processo de limpeza nos dois municípios ficará a cargo da Elisal, que tem, igualmente, a responsabilidade dos municípios de Luanda e do Cazenga.

Estêvão Hilário afirmou que a rescisão do contrato evita com que os habitantes dos dois municípios voltem a viver a mesma crise de saneamento registado até ao mês de Fevereiro, com os “enormes” focos de lixo por toda cidade.

A província de Luanda conta ainda com as empresas ER-Sol ( Icolo e Bengo), Sambiente (Quiçama e Viana), Chay Chay ( Kilamba Kiaxi) e o Consórcio Dassala/Envirobac (Talatona).

A província de Luanda produz, diariamente, pelo menos seis mil 800 toneladas de resíduos sólidos, que eram recolhidos, até 2020, por seis operadoras de limpeza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here