Eleições 2022: Processo eleitoral seguido por dois mil observadores

0
1109

Dois mil observadores nacionais e estrangeiros estão, a partir hoje, domingo, habilitados a seguir os passos das eleições gerais de 24 de Agosto.

Os observadores acreditados pela Comissão Nacional de Eleições (CNE) terão até 30 dias antes das eleições para seguirem os passos necessários neste processo.

O processo eleitoral conta com a participação de 7 partidos e 1 coligação de partidos políticos, nomeadamente MPLA, UNITA, PRS, CASA-CE, FNLA, PHA, P-JANGO e APN.

As eleições deste ano, que terão pela primeira vez a participação dos angolanos na diáspora, são as quintas da história de Angola, depois das de 1992, 2008, 2012 e 2017.

São esperados 14,399 milhões eleitores, dos quais 22.560 no estrangeiro.

A votação no exterior terá lugar em 12 países e 25 cidades, tais como África do Sul (Pretória, Cidade do Cabo e Joanesburgo), Namíbia (Windhoek, Oshakati e Rundu) e República Democrática do Congo (Kinshasa, Lubumbashi e Matadi).

O sufrágio anterior foi disputado, em 23 de Agosto de 2017, por seis forças políticas, com a participação de 9,3 milhões eleitores. O MPLA venceu por maioria absoluta, com 61 por cento dos votos, à frente da UNITA com 26,67 por cento e da CASA-CE (Convergência Ampla de Salvação de Angola – Coligação Eleitoral) com 9,44 por cento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui