ELEIÇÕES 2022: Presidente do MPLA acusa oposição de manobras dilatórias

0
203


O presidenre do MPLA, João Lourenço, acusou, neste sábado, em Saurimo, a oposição de fazer recurso a várias manobras dilatórias, na tentativa de derrubar o seu partido da governação.

João Lourenço discursava num acto político de massas nos arredores da cidade de Saurimo, província da Lunda Sul, que reuniu mais de 50 mil pessoas, entre militantes, simpatizantes e amigos do MPLA. Exortou, na ocasião, os militantes e simpatizantes para um trabalho árduo, a fim de garantir a vitória do partido nas eleições de 24 de Agosto.

Notou que, mesmo fazendo recurso a alianças inimagináveis, a oposição não conseguiu derrubar o MPLA pela força das arrmas, durante 27 anos consecutivos, nem pela via eleitoral.

“Fizeram as piores alianças imagináveis; até ao regime do apartheid que oprimia os africanos a oposição angolana teve o descaramento de se aliar, mas não venceram”, vincou o líder do MPLA. Segundo João Lourenço, a oposição concluiu que lutando individualmente contra o MPLA não vai chegar ao poder e “agora entenderam juntar-se e esvaziaram alguns partidos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui