Escoamento da água da chuva na Urbanização Vida Pacífica em estudo

0
179

O Ministério do Ordenamento do Território e Habitação vai realizar, este ano, um estudo técnico profundo na Urbanização Vida Pacifica, no Zango Zero, em Viana, no sentido de acabar com o problema do escoamento da água da chuva.
Em declarações à imprensa, depois de ter constatado a situação, a ministra do Ordenamento do Território e Habitação, Ana Paula de Carvalho, disse que desde 2013, altura em que os imóveis começaram a ser habitados, as Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETARES) nunca funcionaram.

Ana Paula de Carvalho disse que a inoperância das ETARES está a actualmente a criar problemas aos moradores, já que por falta do escoamento, as águas residuais fazem retorno para o pátio de alguns edifícios, deixando os mesmos inundados.

De acordo com a ministra, quando foram entregues os apartamentos, as ETARES já deviam estar em funcionamento, para o tratamento e encaminhamento das águas da bacia de retenção para algum ponto, evitando as inundações que ocorrem actualmente.

Quando chove, o pátio de alguns edifícios que se encontram na parte baixa da Urbanização Vida Pacifica acumula água, formando uma bacia, dificultando em alguns casos a saída dos moradores.

Para minimizar os constrangimentos, o Governo Provincial de Luanda (GPL) colocou no local moto-bombas que, provisoriamente, estão a bombear as águas para a lagoa do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA) na via expressa.

Por sua vez, o governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova, disse que o GPL, por via dos técnicos da administração de Viana e outros parceiros, vai continuar a envidar esforços para retirar a água do local.

A nível da província uma comissão técnica tem acompanhado os trabalhos de manutenção das principais valas de drenagem e bacias de retenção, com maior incidência aos municípios de Cacuaco, Cazenga, Viana e Kilamba Kiaxi, os mais críticos no tempo da chuva.

Fonte: Angop

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here