Suposto sobrinho de João Lourenço deixa cair Helio Aragão

0
300

A recente exoneração do ex-administrador do Distrito Urbano do Kilamba, Hélio Nelson de Aragão dos Santos, pelo governador provincial de Luanda, Manuel Gomes da Conceição Homen, terá sido originado por causa da disputa de um terreno (de meio hectar) localizado naquela circuscrição, que supostamente partence a um dos sobrinhos do presidente da republica João Lourenço.

O imparcail Press soube que o terreno em causa é propriedade de uma empresa “Mima-Kalei Prestação de Serviço e Representações (SU)”, que é dirigida por um cidadão identificado por Daniel de Carvalho, que em backstage se apresenta como sobrinho do Presidente da Republica.

No final do mês de Novembro do ano passado, quatro da Empresa Gestora de Terrenos Infra-estruturados (EGTI-EP) e dois fiscais da Administração do Kilamba, foram detidos pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) por terem demolido a vedação e destruiram todo o material de construção, sem aviso prévio.

Aquando da detenção, os detidos alegaram que estavam apenas a cumprir ordens dos seus superiores, os administradores da EGTI-EP, Quilaco António Pedro e Kilson Ricardo da Silva Rodrigues de Correia.

Mas, mesmo assim, os detidos foram acusados por crimes de destruição e ocupação ilegal, depois de o suposto sobrinho do Presidente da República exibir uma providência cautelar deferido, referente ao processo nº87/2023/I, pela Sala Civel do Tribunal da Comarca de Belas, que proibia a EGTI-EP de praticar qualquer acto no terreno.

Além disso foi também apresentado um oficio da mesma Sala do Civel e do mesmo tribunal dirigido ao então administrador do Kilamba, Hélio Aragão, que o proibia de praticar qualquer tipo de demolição e que o mesmo deveria abster-se da pratica de qualquer acto no referido espaço.

O SIC foi chamado e, mediante a apresentação dos documentos, deteve os quatro funcionários da EGTI-EP e os dois fiscais e apreendeu uma viatura de marca Nissan da fiscalização da Administração do Kilamba.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui