Real Madrid sofre, mas avança para a final

0
3343

Merengues empatam em casa diante do Bayern Munique (2-2) e aproveitam vantagem trazida da Alemanha. Ronaldo e companhia estão na final da Liga dos Campeões.

O Real Madrid empatou frente ao Bayern Munique (2-2), esta terça-feira. Mas um empate que soube… a vitória. A equipa orientada por Zinedine Zidane para carimbou o bilhete para a final da Liga dos Campeões devido à vantagem que trazia da 1.ª mão em Munique.

Mas nesta história escrita em Madrid, os adeptos merengues ainda estavam a sentar-se quando o Bayern Munique passou para a frente do marcador. Um início frenético de jogo começou com o golo de Kimmich, logo aos três minutos. Sergio Ramos aliviou de forma deficiente e o médio alemão gelou o Bernabéu.

Um golo que não demorou a ter resposta. Cristiano Ronaldo (quem mais?) foi um dos mais inconformados e deu o primeiro sinal de perigo. Ainda assim, sem sucesso. Foi mesmo Benzema a empatar a partida, aos 11 minutos. Cruzamento milimétrico de Marcelo e, ao segundo poste, o francês bateu Ulreich pela primeira vez na partida.

Depois dos golos, a intensidade baixou ligeiramente, mas com lances de parte a parte. Ronaldo ainda tentou mais uma vez a sua sorte, mas o remate saiu direitinho para as nuvens. Antes disso, Lewandowski tinha colocado Keylor Navas em sentido.

Já no segundo tempo, o árbitro apitou para o reinício da partida, esperou-se 23 segundos e… novo golo do Real Madrid. Uma autêntica ‘paragem cerebral’ deixou Ulreich sem saber o que fazer, depois de um atraso de Thiago. A bola acabou por sobrar para Benzema que só teve de encostar para o segundo da partida.

Depois de um início muito forte do Real Madrid na 2.ª parte, o Bayern sabia que tinha de fazer pela vida para marcar presença em Kiev. E foi atrás do prejuízo. Não foi fácil, uma vez que os comandados de Heynckes acusaram o golo sofrido, mas um golo de James relançou a partida. Aos 63 minutos, o colombiano marcou e acabou a pedir desculpa pelo tento apontado à equipa que o emprestou aos germânicos.

O golo embalou a equipa bávara que partiu para cima do Real Madrid. Mas houve um homem que fez a diferença na partida: Keylor Navas. O guardião costa-riquenho estava em dia sim e evitou, várias vezes, que o Bayern conseguisse a reviravolta. 2-2 foi o resultado final e o Real Madrid está na sua 3.ª final consecutiva.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui