Psicólogos assistem crianças desfavorecidas no kilamba

0
659

Um grupo de jovens de  psicólogos, existentes a três anos,       composto por 25 elementos, entre psicólogos clinico e criminal,  que criaram   o projeto solidário ” Psicologia na banda “ que  presta  assistência de saúde mental as crianças desfavorecidas  na tenda do kilamba, onde funciona neste momento uma cozinha comunitária.

Há mais de um mês que este grupo de jovens profissionais de saúde,  presta assistência psicológica as crianças com idades compreendidas entre os  5 aos 17 anos, o projecto também trabalha na luta  e combate contra á  violência doméstica,  abuso sexual, e todos aspetos ligados á saúde mental e a desenvolver afetos cognitivas emocionais das crianças que se encontram na tenda.

Gelson Daniel, psicólogo e coordenado do grupo,  diz  que a principal finalidade neste período de confinamento é  ajudar psicologicamente as pessoas que não têm condições financeiras de procurar um psicólogo, e outras áreas do saber inexistente nas comunidades.  

O projeto solidário ” Psicologia na banda “ decidiu  abraçar essa causa por constatar que varias crianças e idosos batiam constantemente as portas dos moradores da centralidade, pedindo alimentação, e desta maneira sentiram a necessidade de orientá-los.

Para realização deste trabalho, o grupo geralmente elabora um inquérito, onde a cada fim-de-semana assiste mais de duzentas crianças, das quais  o maior número de atendimento tem sido do sexo feminino.

Os jovens apelam aos pais, que prestem maior atenção  as  crianças,  uma vez que o maior número de casos tem sido os  de abuso sexual a menores, esta é uma realidade vivenciada  por eles.

Marinela António

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui