Projecto Eu Voto, Eu Participo

0
103

Numa iniciativa do CNJ do Município de Talatona, na sequência do Plano de Acção de reforço da cidadania activa e participação juvenil igualmente desenvolvido pelo CNJ que teve o seu início à Dezembro de 2021, mobilizando os(as) jovens aos BUAP’S, consubstanciado pelo programa de educação cívica eleitoral, a Comissão Directiva do CNJ do Município de Talatona liderada por Dieudonne Pascoal, Sec. Municipal da Juventude de Talatona foi recebida em audiência na tarde de terça-feira, 26 de Julho de 2022, em Talatona, Província de Luanda, pelo Presidente da Comissão Municipal Eleitoral de Talatona, Pedro dos Santos Santareno.

Em agenda, esteve a apresentação da Campanha de Sensibilização ao Voto denominada Eu Voto Eu Participo, numa iniciativa do CNJ do Município de Talatona, com vista a incentivar a participação dos jovens no processo eleitoral, o engajamento das diversas organizações integrantes e parcerias do CNJ do Município no desenvolvimento de acções de educação cívica e eleitoral, bem como, a reflectir a importância do exercício do voto para o Desenvolvimento da Nação, na sequência do Lançamento da Campanha Nacional de Educação Cívica Eleitoral realizada pelo CONSELHO NACIONAL DE JUVENTUDE no pretérito 01 de Julho.

Dieudonne Pascoal, após a apresentação sistemática do programa da Campanha, referiu que a mesma está perfeitamente alinhada ao ciclo de acções desenvolvidas pela plataforma “CNJ” no que toca ao engajamento e participação juvenil, a promoção e protecção da Democracia, como das liberdades fundamentais, a redução de abstenções e importância da escolha dos representantes legais, constituindo-se num fundamental papel assumido pelo CNJ com vista a garantir uma maior participação de jovens no processo, sendo que os jovens maiores de idade totalizam cerca de metade de eleitores no país, onde solicitou a que a CME de Talatona, dote a equipa de jovens com instrumentos necessários para que os mesmos possam contribuir positivamente no processo de sensibilização e mobilização das comunidades, em particular, de jovens. Esta pretensão teve acolhimento do Senhor Presidente da CME Talatona, tendo o mesmo se comprometido em apoiar com meios logísticos (camisolas, bonés, flyers e bandas desenhadas), e também com formadores para o treinamento dos técnicos de sensibilização do CNJ.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui