Polícia expulsa mais de 120 agentes por prática de crimes

0
916

A Polícia Nacional (PN) de Angola expulsou nesta sexta-feira, 18, 127 efectivos da corporação por alegados crimes de roubo e extorção de bens da população e de cobranças ilícitas a motoristas.

Mais 46 elementos encontram-se presos por mais crimes, de acordo com o comandante-geral da Polícia Nacional, comissário geral Paulo de Almeida, ao presidir o acto simbólico de despromoção e expulsão de 10 polícias.

Almeida disse haver oficiais superiores implicados em esquemas de recrutamento fraudulento para a corporação que deverão proximamente ter o mesmo destino.

“Comigo as coisas têm que andar na linha e a todo aquele que se enveredar por estas vias repugnantes vamos dar este fim. Temos de ter uma polícia recta, correcta e disciplinada”, advertiu o comandante-geral da PN.

Em jeito de comentário, o sociólgo João Lukombo Zatuzola considera que a corporação carece de uma “prévia formação humana aos efectivos com base nos princípios da moral, da ética e dos direitos humanos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui