Petro de Luanda sagra-se campeão da 1ª edição do torneio Trumunu fora de época

0
4118
Petro de Luanda sagra-se campeão da 1ª edição do torneio Trumunu fora de época

Caiu o pano da 1ª edição do torneio denominado “Trumuno Fora de época” organizado pela Macrosport Angola, ocorrido nos dia 28,31 de outubro e 03 de novembro, no estádio 11 de novembro, com Petro a sagrar-se o grande vencedor desta competição de início de época.

O Petro bateu o seu grande arquirrival 1º de Agosto, por 2-1 no jogo mais esperado deste torneio, o clássico dos clássicos angolano, numa primeira parte muito bem conseguida pela equipa tricolor que apesar de ter menos um jogo no torneio, esteve muito melhor que o Pri, que não soube contrapor os argumentos técnicos e táticos dos tricolores, o primeiro golo do Petro surgiu dos pés do craque brasileiro Toni, aos 39 minutos, Estava aberto o marcador.

Na segunda parte, continuava a dar somente Petro, numa jogada bem urdida pelo jovem picas que passa pelo lateral Paizo, este não teve como travar o jovem a não ser fazer recurso a falta na entrada da grande área, o árbitro João Goma não teve dúvidas em assinalar penálti sobre Picas, Tony chamado a cobrar o castigo máximo, não conseguiu bater o guarda redes Neblu que esticou-se todo e conseguiu defender a bola e desvia-la com a mão direita, o esférico bateu ainda no poste direito e na recarga, Matuwila camisola 5 do Petro consegue fazer o golo com um remate de pé direito ainda dentro da grande área e fez o 2-0, aos 51 minutos.

Aos 71 minutos também de penalti, desta sobre o jovem Zine, carregado na entrada da pequena área, João Goma uma vez mais não teve dúvidas e apitou. Mabululu chamado a cobrar o castigo máximo, fê-lo de forma exemplar e sem hipóteses para o “keeper” tricolor.

Com esta vitória de 2-1 o Petro levou a melhor uma vez mais sobre os militares, com este resultado fica na história, PETRO vence Dagosto no terceiro clássico entre os dois rivais Desportivo no País, em jogo fora de uma prova oficial da FAF, o primeiro foi em 1994, no Huambo empate á um golo, o segundo em 2016, nos coqueiros no torneio da independência vitória do D’agosto, por 2-0 e agora o terceiro foi neste Trumuno fora de época.

No primeiro jogo do dia no encerramento desta jornada O FC Bravos do Maquis derrotou ontem o Sagrada Esperança por 2-1, os maquisardes adiantarem-se no marcador, aos 16 minutos, por intermédio de Macussa, através de um golpe de cabeça, na sequência da cobrança de um livre e depois por Liliano aos 72 minutos
A perder por 0-2, a equipa às ordens de Roque Sapiri foi obrigada a correr atrás do prejuízo, o Sagrada precisou esperar pelo minuto 85 para relançar as esperanças de igualar o marcador. Lépua com um potente remate e muito bem colocado, sem dar qualquer possibilidade ao guarda redes Agostinho que ficou pregado ao solo, reduziu e abriu a esperança do empate que não chegou a acontecer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here