Multichoice apresenta os vencedores do Talent Factory Academy

0
1636

A MultiChoice Africa, distribuidora de serviços de entretenimento audiovisual, apresentou nesta terça-feira, 28 de Agosto, os candidatos selecionados para o MultiChoice Talent Factory (MTF), uma iniciativa de investimento social pan-africana destinada a impulsionar e desenvolver as indústrias criativas em países do continente, com potencial económico demonstrado.

Os produtores independentes Leandro Lima e Emanuel Gonçalves são os vencedores nacionais do concurso que, na companhia de 60 jovens talentos africanos, irão beneficiar de uma formação de 12 meses, com início a 1 de Outubro de 2018. Esta formação tem lugar em três Academias MTF regionais situadas no Quénia, para os países da África Oriental, Nigéria, para os participantes da África Ocidental e Zâmbia, para países da África Austral.

“O Instituto Angolano de Cinema e Audiovisual tem a Multichoice Angola como parceira natural daquilo que o IACA tem como objecto, e em função disso, conhecendo a tradição da Multichoice, nós Angola não queremos estar na cauda deste processo. Acreditados que estes jovens selecionados são a fase embrionária deste ambicioso programa”, afirmou Afonso António, Director do Instituto angolano
de Cinema e Audiovisual (IACA).

Por seu lado, Eduardo Continentino, Director Geral da MultiChoice Angola apelou, durante a conferência de imprensa, à importância da multiplicação de conhecimento, o que considera fundamental para o sucesso e continuidade deste programa.

“Esse projecto não é simplesmente mais um produto que estamos a trazer. Acreditamos que seja uma semente importante para este mercado, que tem um potencial enorme. África é um celeiro natural de talento. Os africanos têm características de saber e gostar de contar histórias. Precisamos de profissionais que precisam saber fazer com que essas histórias sejam bem contadas na indústria
de conteúdos, dentro de um padrão internacional”, declarou Eduardo Continentino, Director Geral da MultiChoice Angola.

Leandro e Emanuel, que irão beneficiar de currículo abrangente da MTF com conhecimento teórico e experiência prática em cinematografia, edição e produção de áudio com foco no contar histórias, mostraram-se ansiosos por enquadrarem ao nosso contexto, o melhor que existe na indústria cinematográfica africana.

No decurso do programa, os estudantes irão produzir conteúdos cinematográficos e televisivos que serão transmitidos nos canais M-Net locais utilizando a plataforma da MultiChoice, incluindo Africa Magic, Maisha Magic East, Maisha Magic Bongo, Zambezi Magic, M-Net e SuperSport.

Inscrições para MTF superam expectativas

As Academias da MultiChoice Talent Factory (MTF) receberam uma resposta satisfatória à campanha de candidaturas de um mês, que terminou a 5 de Julho.

Foram mais de 3100 inscrições de todo o continente.

“A resposta massiva que recebemos nos 13 mercados participantes na África Ocidental, Oriental e Austral indica que existe uma grande necessidade de um programa educacional abrangente da magnitude da MTF,” afirmou Eduardo Continentino. “Este resultado ilustra que os criadores africanos emergentes estão
ansiosos por promover a sua educação pós-escolar, e melhorar as suas competências e experiência na indústria, mas nem sempre apresentam disponibilidade financeira para seguirem as suas paixões,” acrescentou.

Embora a MTF já conte com o apoio de partes interessadas públicas e privadas, como governos e organizações criativas, esta iniciativa está aberta a colaboração com outros participantes do sector do entretenimento, a fim de impulsionar as indústrias criativas de África para se tornarem potências económicas vibrantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui