João Lourenço convidou Exalgina Gamboa a renunciar o mandato

0
820

Presidente da Republica, João Lourenço considera que Exalgina Gamboa deixou de ter condições para exercer a função de Presidente do Tribunal de Contas e convidou-a a renunciar ao mandato, o “que não aconteceu até agora”.

Confira na integra a nota de imprensa da Presidência da República, publicada na sua página oficial no Facebook.

NOTA DE IMPRENSA

Considerando que a República de Angola é, nos termos do n° 1 do Artigo 2° da Constituição, um Estado democrático de direito que tem como fundamentos, entre outros, a separação de poderes e interdependência de funções;

Tendo em conta as relevantes ocorrências respeitantes ao funcionamento do Tribunal de Contas, órgão supremo de fiscalização da legalidade das finanças públicas, as quais são susceptíveis de comprometer o normal funcionamento deste importante órgão do poder judicial e manchar o bom nome da Justiça angolana;

O Presidente da República, enquanto Chefe de Estado, órgão constitucional a quem compete, nos termos do n° 5 do artigo 108° da Constituição da República de Angola, promover e garantir o regular funcionamento dos órgãos do Estado, tem vindo a acompanhar com alta preocupação as referidas ocorrências e torna público que, na defesa dos mais altos interesses do Estado, após rigorosa ponderação, considerou que a Veneranda Juíza Conselheira Presidente do Tribunal de Contas deixou de ter condições para o exercício das suas funções e convidou-a no passado dia 21 de Fevereiro a renunciar ao seu mandato, o que não aconteceu até à presente data.

Luanda, 27 de Fevereiro de 2023

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui