Emirates suspende voos provenientes de Angola

0
367

Os voos de Angola para o Dubai estão suspensos desde terça-feira devido ao aumento de casos de Covid-19 no País, informou a companhia Emirates. Aplica-se também aos passageiros que utilizam este destino em trânsito para outros países.

“Os passageiros provenientes de Angola com destino ao Dubai, mesmo se escalarem noutro país, serão submetidos a um período de 14 dias de quarentena”, avançou a Rádio Nacional de Angola, citando uma fonte da embaixada dos Emirados Árabes Unidos em Luanda, que confirmou a medida.

A variante Ómicron continua a afectar o sector da aviação internacional. Só na segunda-feira mais de 2.100 voos foram cancelados por companhias aéreas de todo o mundo devido à variante Ómicron, que perturbou viagens após pilotos terem ficado doentes ou em isolamento. No fim de semana do Natal foram cancelados 8.000 voos. Pilotos, assistentes de bordo e outros funcionários tiveram de ser colocados em isolamento após terem sido expostos à Covid-19, levando companhias aéreas como a Lufthansa, SAS, Delta, United Airlines e Alaska Airlines a cancelarem voos.

Nos últimos 15 dias foi registado um aumento exponencial de casos de Covid-19 em Angola, com confirmação da circulação da variante Ómicron, atingindo, pela primeira vez, desde o início da pandemia, os quatro dígitos diários de casos. De acordo com o mais recente relatório sobre a situação epidemiológica em Angola foram registados 3.090 novos casos de Covid-19, três mortes e 20 recuperados. Só nas últimas horas, os laboratórios processaram 9.204 testes, com uma taxa diária de positividade de 33,6%.

A Covid-19 provocou mais de 5,40 milhões de mortes em todo o mundo desde o início da pandemia, segundo o mais recente balanço da agência France-Presse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here