Em 5 anos, mais de 11 mil angolanos pediram nacionalidade portuguesa

0
153

Em cinco anos – entre 2018 e 2022 – um total de 11.507 angolanos solicitou a nacionalidade portuguesa, observou o Novo Jornal com base nos dados dos relatórios de Imigração, Fronteiras e Asilo (RIFA) do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) de Portugal.

O número coloca Angola entre os seis países com mais pedidos de nacionalidade “tuga”. Enquanto o relatório sobre Perspectivas da Migração Internacional da OCDE coloca “mwangolés” como a 2.ª nacionalidade mais representada entre os imigrantes em 2022.

Os documentos, no entanto, não estratificam as razões dos pedidos, detalhando apenas que pelo menos 2.919 (25,3%) das solicitações de angolanos interessados na nacionalidade portuguesa foram por motivos de casamento ou união de facto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui