Detidos burladores de casas no Maye Maye

0
651

O Serviço de Investigação Criminal, através da sua Direcção Nacional de Combate ao Crime Organizado, apresentou hoje 12 na centralidade do Sequele, concretamente no Projecto habitacional Maye Maye, uma rede criminosa composta por 4 integrantes, sendo um casal e duas senhoras, com idades compreendidas entre os 32 aos 47 anos, que se faziam passar por funcionários do Instituto Nacional de Habitação e recebiam valores monetários entre 350 à 500 mil kwanzas, com promessas de entrega de residências nas centralidades da província de Luanda, com destaque para o projecto habitacional Maye Maye.

Referir que a rede criminosa foi encontrada em posse de várias listas de inscrição com mais de 100 nomes e vários molhos de chaves de residências.

Redacção: info@kilambanews.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui