Caso Lussaty: Julgamento começa a 28 de junho

0
1724

O julgamento do chamado caso Lussaty, que envolve 49 arguidos, vai começar no dia 28 de junho. A decisão foi tomada pelo Tribunal da Comarca de Luanda e já foi comunicada a todas partes interessadas.
Atendendo ao elevado número de réus e dos seus mandatários judiciais, assim como das testemunhas arroladas para este processo, o tribunal decidiu realizar o julgamento no Centro de Congressos de Talatona.
O major Lussaty é identificado como o cérebro de um esquema fraudulento que lesou o Estado angolano em mais de 55 milhões de euros. Os arguidos, caso se confirmem os crimes, enfrentam penas de prisão que poderão ir dos 15 aos 20 anos.
As primeiras testemunhas começarão a ser ouvidas a 18 de julho, naquilo que será uma longa maratona cuja conclusão está prevista para 12 de agosto.
Pedro Lussaty e os outros 48 arguidos são acusados da prática de 13 crimes, entre os quais peculato, associação criminosa de forma continuada, recebimento indevido de vantagens, abuso de poder e participação económica em negócio.
O major Lussaty, ligado à Casa de Segurança do Presidente da República de Angola, está detido desde junho passado no âmbito da “Operação Caranguejo”, depois de ter sido encontrado na posse de milhões de dólares, euros e kwanzas guardados em malas, caixotes e viaturas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui