Ex basquetebolista forma novos talentos

0
697

Fale de si, quem é Jonilson Londa?
R: João Carlos Cunha Londa, nascido aos 30/12/88, filho de Domingos Cunha Londa e de Domingas Natália e natural de Luanda

Aonde/quando começou o interesse pelo desporto?
R: O meu interesse pelo basquetebol começou na minha rua porque havia um jogador (Chamussa) que hoje ele é meu mentor e eu seguia-lhe, no ano de 2000, depois fui jogar pelo Sporting de Luanda em seguida fui fazer um teste no Petro de Luanda e acabei por ser aceite e fiquei lá na formação.

Quem foram as suas inspirações iniciais?
R: As minhas inspirações iniciais foram Chamussa (meu mentor), Allen Iverson, Tracy Mcgrady, Steve Francis, Zé Neto, Carlos Almeida, Cristóvão Swing, Carlos Adelino, Edmar Victoriano Baduna, Benjamin Romano, etc.

Que perfil deve ter o skill trainer?
R: Perfil do Skill Trainer
Deve ter conhecimento da base, amor ao desporto e especialmente habilidades técnicas e táticas, atitude, disciplina, empenho, eficácia, paciência, perseverança e respeito acima de tudo.

Como começou o projecto LAB BASKETBALL SKILLS?
R: O projeto Lab basketball skills surgiu por meio de uma visão divina em 2017, dia 16 de Agosto, as 16h00 diante do repouso no meu sofá, me via a treinar com um grupo de atletas e a minha esposa e os meus filhos a passarem as bolas para os atletas.
Daí tomei a decisão de abrir mão do meu emprego, gerando assim problemas com a esposa, porque estava concebida na altura e me dizia como é que vás sustentar o teu filho e eu dizia Deus vai prover amor e ela dizia estás maluco isso sim e eu sempre concentrado no propósito, que ela não percebia a visão na altura mas a força de vontade e a certeza do propósito a qual o senhor me confiou deu-me forças para provar que era real o que eu estava a seguir, dai comecei a trabalhar com um atleta sem algum pagamento fui tendo mais e mais até que trabalhei com um atleta da seleção nacional aí começou a grande aventura para este mundo.

Como é composto?
R: O LAB é composto por um skill Trainer (eu), um preparador físico, e um team coach, uma equipa multidisciplinar.

Objetivos a longo prazo?
R: O nosso objectivo a longo prazo é ter um campo próprio para potencializar o nosso trabalho, dando um desenvolvimento sustentado. Gerar os melhores jogadores em Angola para as maiores ligas do mundo (NBA/Europa).

O que acha do estado actual do basquetebol nacional?
R: Mal, e precisamos sentar todos e juntos traçar metas a longo e médio prazo.
– E na sua opinião qual foi a causa?
R: A falta de criação de sistemas de desenvolvimento a partir das escolas por meio dos professores de educação física voltados ao basquetebol e mas academias extras de desenvolvimento e também a capacitação dos professores

O que faria para mudar?
R: O LAB já tem feito a sua parte como agente activo dando performance técnica individual aos atletas, mas queremos fazer mais.

O que acha da performance de Bruno Fernando na NBA?
R: No meu entendimento o Bruno está num processo de enquadramento na liga, pós embora alguns atletas da geração entraram já com um nível impactante mas ainda assim ele está a trabalhar para cada dia evoluir creio no desenvolvimento do Bruno step by step, mas precisa ser já por conta da demanda de jogadores super bons da mesma posição.

Que conselhos deixa aos principiantes na modalidade?
R: Aos principiantes eu desejo muita coragem, disciplina, paixão, e sacrifício, sonhar sempre sempre e sempre.

Assim foi a conversa com o nosso craque, prometemos trazer outras figuras no nosso desporto

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here