Início Site

Moradores do U20 agastados com o aumento de assaltos

0

Os moradores do quarteirão U20, na centralidade do Kilamba, dizem-se agastados com o número de assaltos que se regista naquele quarteirão.

Segundo o coordenador do edifício U20, os assaltos têm sido constantes e o mesmo já foi vítima desse mal.
“Já fui vítima de assalto à mão armarda. Limparam-me a casa toda”, explicou o coordenador do edifício.

Acrescentou ainda que estava ausente quando “fui assaltado em casa, regressei e não encontrei nada. Já fiz participação à polícia e continuou a aguardar “.

A centralidade do Kilamba tem sido alvo de muitos assaltos, pelo que os cidadãos pedem maior intervenção da polícia para mitigar os assaltos.

info@kilambanews.com

Multiusos do Kilamba terá novo “dono”

0

O Ministério Angolano da Juventude e Desportos (MINJUD) colocou para concurso público o Multiusos Arena do Kilamba, cujo o obejctivo é tornar o recinto desportivo autossustentáveis.

Segundo o Director para as Infra-estruturas do MINJUD, Moisés Cabenda, informou que o concurso público decorre na modalidade de concessão de gestão e exploração.

De acordo ainda com que a redacção do KILAMBA 24 HORAS soube, além do multiusos da Cidade do Kilamba, vão ser postos também em concurso público  os estádios 11 de Novembro, em Luanda, Ombaka, na província de Benguela, Chiazi, em Cabinda, Tundavala, na província da Huíla, e os pavilhões da Palanca Negra, na província de Malanje e Welwitschia, no Namibe.

O Pavilhão Multiúsos de Luanda é um recinto público localizado no Kilamba, no municipio de Belas. A arena, com capacidade para 12.720 pessoas, foi construída para receber o Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins de 2013, na sua primeira edição em África.

info@kilambanews.com

Unique Beverages entregou material de prevenção de covid-19 ao Ministério da Saúde

0

A empresa angolana, Unique Beverages, efectou hoje em Luanda (8) a entrega de 1.200 unidades misturadas entre álcool etílico e álcool em gel o apoio surge das acções de responsabilidade social da empresa que desta forma apoia o Executivo na luta de prevenção ao COVID-19.

Na ocasiã, Lino Joel Director da Central de Compra e Aprovisionamento de Medicamentos e Meios Médicos de Angola CECOMA, manifestou o agradecimento em nome do ministério da saúde, ao gesto da empresa UNIQUE BEVERAGES, que “contribuiu assim com uma das grandes ferramentas que serve para a desinfestação das mãos dos médicos que estão na linha da frente no combate ao COVID 19 em Angola”.

Já o responsável de Marketing da UNIQUE BEVERAGES, Dario Santos, afirmou na ocasião que “às 1.200 unidades doadas tanto de álcool Etílico e álcool em gel é a melhor forma que  empresa encontrou no quadro da sua responsabilidade social para apoiar o executivo na luta contra o COVID-19 e este gesto, não vai ficar por aqui pretendemos levar ajuda também para às provinciais e para às zonas periféricas de Luanda”.

A pandemia do novo coronavírus (COVID-19), já afectou mais 117 países e já causou mais de 70 mil mortos em todo mundo. Em Angola, regista-se casos positivos da pandemia, dada a sua gravidade, complexidade, fácil transmissão e o facto de ainda não existir cura para este vírus, o Presidente da República, João Lourenço, pelos poderes que a Constituição lhe confere, decretou “Estado de Emergência” no País que vigora desde o dia 27 de Março e estende-se até ao dia 11 de Abril de 2020, data que pode ser prorrogada por um prazo de igual período.

Sobre a Unique Beverages

Unique Beverages, empresa de produção, engarrafamento e distribuição de bebidas alcoólicas e não alcoólicas que actua desde 2015, no mercado angolano. Em responsabilidade social, a Unique Beverages, actua nas seguintes áreas: Ambiente, Desporto, Cultutura e Saúde.

Vandalismo em equipamento elétrico avaliado em milhões de kwanzas

0

Trinta e dois edifícios do Distrito Urbano do Kilamba, município de Belas, em Luanda, ficaram ontem privados do fornecimento de energia eléctrica, desde, por causa de actos de vandalismo perpetrados por elementos desconhecidos, situação está que a afectou 1940 famílias, estimadas em sete mil pessoas.

Para avaliar o impacto do acto de vandalismo, o ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, na companhia do secretário de Estado da Energia e de altos funcionários do sector, deslocou-se, na manhã de ontem, àquela localidade para constatar a acção causada por alguns indivíduos desconhecidos.

info@kilambanews.com

ALUNOS DO INSTITUTO MÉDIO DE HOTELARIA E TURISMO VISITAM 2ªESQUADRA DA POLICIA NACIONAL NO KILAMBA

0

Cerca de vinte e nove alunos do Instituto Médio de Hotelaria e Turismo, sedeado no Distrito Urbano do Kilamba, participaram na manhã do dia 24/11, numa visita guiada à 2ªEsquadra da Polícia Nacional, no Distrito Urbano do Kilamba. A visita foi realizada pela Reapartição de Educação da Administração do Distrito Urbano do Kilamba.

Em gesto de introdução, Orlando Manito, Director da Repartição de Educação, frisou que o principal objectivo da visita foi o combate a criminalidade que se tem vivido no seio dos alunos das escolas do kilamba. Em seguida, guiados pelo Inspector Djamilo De Sousa, chefe das operações, os alunos visitaram todos os compartimentos da esquadra, onde passaram pelo piquete, sala de espera, sala das operações, gabinete de registos, departamento de investigação de ilicitos penais, gabinete do procurador, departamento de recursos humanos, celas masculinas e feminina, cozinha, refeitório e, ainda, foram informados sobre o funcionamento dos mesmos.

Os alunos participaram igualmente de uma palestra sobre o comportamento do agente policial junto do cidadão, criminalidade, corrupção, impunidade, criminalização, penalização e prisão prentiva.

No final do encontro, os discentes foram aconselhados a prática de desportos, leitura e, por último, ficou a promessa da policia em visitar as escolas para acompanhar o comportamento dos alunos.

Estiveram presentes no acto o Director de Repartição da Educação da Administração do Distrito Urbano do Kilamba, Orlando Manito, Marcília Domingos, Chefe de Secção de Educação, Ensino Ciências, Tecnologias e Inovação da Repartição de Educação da Administração do Distrito Urbano do Kilamba, Intendente, António Azevedo (Kali), Comandante da Esquadra, Inspector- Chefe, Sérgio De Carvalho, Chefe da Área de Proximidade afecto ao Comando Municipal de Belas, Inspector, Djamilo De Sousa, chefe das operações, Inspector, Ana Paula, chefe de Recursos Humanos, Inspector, Ricardo Ramalhete, Chefe do Departamento de Investigação de Ilicitos Penaís, Inspector, Gregório Ernesto, Chefe da Área de Proximidade.

Chuva em Luanda faz dois mortos e inunda mais de 200 casas

0

Dois mortos e mais de 200 residências inundadas, é o balanço provisório apresentado, este domingo, pelo Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, das chuvas que se registaram por Luanda, nas últimas 24 horas.

“Temos o registo de 238 habitações inundadas, 243 famílias afectadas, mil e 215 pessoas afectadas directamente pelas chuvas, cinco habitações destruídas, dois deslizamentos de terra, progressão de algumas ravinas em algumas artérias da cidade capital, em particular, o município de Viana e Cacuaco e ruas alagadas, criando dificuldades de mobilidade de pessoas e viaturas”, começou por descrever o porta-voz do Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SNPCB), Faustino Minguêns, durante a apresentação do balanço provisório das chuvas que caíram por Luanda.

“Gostaríamos de fazer referência de uma situação que ocorreu sábado, às 13 horas e 40 minutos, no município do Cazenga, fomos solicitados a fazer a remoção do cadáver de um adolescente de 14 anos de idade. O mesmo encontrava-se no interior de uma vala de drenagem”, continuou. 

“Esta situação ocorreu na rua da sétima avenida. É uma situação que na verdade nós temos já feito menção relativamente a algumas práticas cometidas pela população que é brincar em valas de drenagem a céu aberto, em bacias de retenção e contensão das águas pluviais, situações que têm permitido que se registe um aumento de mortes por afogamento nestes pontos.

Portanto, há toda a necessidade de continuarmos a redobrar as atenções para que se possa evitar situações que nós muitas vezes temos feito menção”, reiterou Faustino Minguêns. Segundo a fonte, constam dos danos causados pelas enxurradas, “a queda de um embondeiro, sobre uma residência, igualmente no município do Cazenga, distrito urbano do 11 de Novembro, fazendo duas vítimas, sendo um ferido, uma cidadã de 28 anos de idade e uma criança de 7 anos de idade que infelizmente acabou por perder a vida na unidade hospitalar”.

O Serviço de Protecção Civil e Bombeiros, informou, também, que vai continuar a chuver nas próximas horas, de acordo com o INAMET, tendo apelado a  população a redobrar os cuidados, nomeadamente: evitar estacionar viaturas embaixo de árvores, não construir em zonas de risco, não apoiar em postos de iluminação pública e muros em mau estado.

Show de Fally Ipupa cancelado em Luanda devido à chuva

0

O show do músico congolês Fally Ipupa foi este sábado cancelado devido à chuva que se abateu sobre a cidade de Luanda.

O evento estava marcado no Estádio dos Coqueiros, soube o JA Online.

De acordo com fãs, contactados pelo Jornal de Angola Online, a organização está negociar com o artista para a realização do show no domingo. 

No show de Fally Iputa estava previsto a participação especial do humorista angolano Calado Show. 

Um morto e 30 feridos no funeral do músico “Nagrelha”

0

O funeral do kudurista angolano “Nagrelha” ficou marcado por tumultos e violência à entrada do cemitério de Santa Ana, em Luanda.

Para dispersar a multidão concentrada no local a polícia recorreu a gás lacrimogéneo. Um jovem morreu e, pelo menos, 33 pessoas ficaram feridas durante o funeral do músico angolano “Nagrelha”, incluindo 16 polícias.

Milhares de pessoas fizeram questão de participar nas cerimónias fúnebres do músico Gelson Caio Mendes.

A polícia tinha mobilizado mais de 800 agentes para o cemitério de Santa Ana, mas “face à tentativa de invasão do cemitério, as forças policiais foram obrigadas a dispersar a multidão desordeira”, sublinhou a Polícia Nacional.

Foram detidos 18 cidadãos suspeitos de “práticas indecorosas”. O kudurista “Nagrelha” faleceu, na sexta-feira passada (18/11), aos 36 anos de idade, depois de uma temporada em Portugal para tratamento a um cancro no pulmão.

Juristas divergem sobre mandado de captura de Isabel dos Santos

0

A notícia de emissão de um mandado de prisão contra a empresária angolana Isabel dos Santos, que, segundo os advogados dela, desconhece, continua a provocar as mais diversas reacções.

O jurista Lindo Bernardo Tito diz, por exemplo, que ela não devia ser presa e extraditada para Angola enquanto houver a possibilidade de ser ouvida para se defender das acusações que pesam sobre ela.

Em conversa, com a VOA, Bernardo Tito considera que uma eventual extradição não pode ser requerida com meras suspeições de cometimento de determinados crimes.

“A vontade de apenas prender não é a realização da justiça”, defende aquele jurista que considera haver outros mecanismos que facilitam a audição da Isabel dos Santos como, por exemplo, por vídeo-conferência.

“Tem de ser interrogada para termos a certeza se de facto aqueles crimes foram cometidos por ela”, sublinha Tito, lembrando que uma eventual extradição depende do país onde estiver ,no momento da detenção, já que ela possui mais do que uma nacionalidade, sendo uma delas a russa.

O jurista diz que se ela estiver na Rússia ou num país que não tem acordos judiciários com Angola ou que proíbe a moldura penal aplicável aos crimes de que Isabel dos Santos é acusada, “a extradição para Angola será rejeitada”.

Para o também jurista António Kangombe, existe cobertura legal para a extradição de Isabel dos Santos, por intermédio da Interpol, e dentro da cooperação entre os Estados e da territorialidade dos crimes”. “Ela podia até não ser angolana”, aponta Kangombe.

Marcha em solidariedade as vitmas de estrada aconteceu no Kilamba

0

A Vice-presidente da República de Angola e Presidente do Conselho Nacional de Viação e Ordenamento do Trânsito, Esperança Costa, ladeada do Comandante-Geral da Polícia Nacional, Comissário-Geral, Arnaldo Manuel Carlos e contou ainda com a presença do Administrador do Distrito Urbano do Kilamba, Murtala Marta e outras entidades marcharam, na manhã de hoje, 20.11 em Luanda, em solidariedade para com as vítimas da Sinistralidade Rodoviária no país e no mundo.

A marcha, organizada sob lema: “Agir já e salvar vidas nas estradas”, partiu do viaduto do Kilamba até ao Pavilhão Multiusos, na Avenida Fidel Castro (vulgo Via Expressa) onde estiveram, igualmente,
membros do Conselho Superior de Polícia, distintos membros da sociedade civil e população em geral, trajados de camisolas branca, simbolizando a máxima: “paz nas estradas”.

A marcha foi promovida pela Comissão Executiva do Conselho Nacional de Viação e Ordenamento do Trânsito e visou a chamar atenção de todos sobre a necessidade do respeito às normas do Código de Estrada, a fim de se evitar percas de vidas humanas, ou outros danos, em consequência do desrespeito ao Código de Estrada, que de acordo com o dados deste ano, só de Janeiro a Outubro, o País registou 11.066 acidentes de viação, que resultaram em 2.529 mortes e 12.960 feridos, em toda a extensão do território angolano.

Refira-se que, a par da marcha realizada, decorre desde o passado dia 18, até hoje, no Pavilhão Multiusos do Kilamba a 15ª Edição da Feira da Sinistralidade Rodoviária, que visa homenagear o dia mundial das vítimas da estrada, que se comemora no terceiro domingo do mês de Novembro de cada ano (portanto, hoje domingo dia 20), celebração que foi instituída pela Assembleia Geral das Nações Unidas, através da Resolução A/60, de 25 de Outubro de 2005.

Morreu Nagrelha dos Lambas

0

Morreu hoje, sexta-feira 18, o vocalista principal do grupo Os Lambas. Gelson Caio Manuel Mendes ”Nagrelha” de 36 anos de idade vitima de doenca respiratoria num dos hospitais da capital.

Noticia em actualização

DETIDO SEGURANÇA POR FURTO DE TREZENTAS CARTEIRAS EM ESCOLA DA CENTRALIDADE DO KILAMBA

0

Dois cidadãos nacionais, entre os quais um segurança privado da escola 2006 “Saidy Mingas” localizada na Centralidade do Kilamba
foram, detidos, ontem, pelas forças Policiais, afectas ao Comando Municipal de Belas, por estarem implicados em crime de furto de 300 carteiras escolares.

De acordo com o porta- voz da Polícia Nacional em Luanda, Superintendente Nestor Goubel, a detenção e a recuperação ocorreram durante a operação denominada “Pincel Azul ” que permitiu as forças da ordem localizar o segurança e o seu comparsa em posse de 80 carteiras.

Importa referir que, diligências estão em curso para localização e recuperação das carteiras em falta e os implicados
serão presentes ao Ministério público para os procedimentos subsequentes.

Estrada de Catete interdita por quatro meses para conclusão de obras na linha férrea

0

O Governo Provincial de Luanda (GPL) anunciou, esta terça-feira, que a circulação de veículos no Km 39, na Estrada Nacional-EN230, vai estar condicionada por quatro meses.

Num comunicado a que o JA Online teve hoje acesso, o GPL esclarece que a interrupção que vai ter início no próximo dia 20 deste mês, deve-se às obras de construção do ramal ferroviário de ligação ao Aeroporto Internacional Dr. António Agostinho Neto.

Segundo o Governo da Província de Luanda, como alternativa vai ser criado um desvio na via para que sejam evitados eventuais transtornos.

Kilamba acolhe torneio internacional de basquetebol em velhas glórias

0

O pavilhão Multiusos do Kilamba, na capital do país, acolhe de 16 a 19 deste mês, a 4ª edição do Torneio Internacional de basquetebol para antigos praticantes e Veteranos denominada “TIBASKET´2022”.

De acordo com uma nota de imprensa que a ANGOP teve acesso, nesta segunda-feira, o torneio será disputado por equipas masculinas e femininas, nas categorias de Master e Supermaster.

O documento informa que o “TIBASKET´2022” contará com a participação de 500 atletas, dos quais 200 estrangeiros.

A prova envolverá representantes da África do Sul, Congo Brazzaville, Moçambique, Namíbia, República Democrática do Congo e Zimbabwe.

De Angola concorrerão atletas das províncias de Luanda, Benguela, Huambo, Huíla e Malange.

A delegação de Moçambique já se encontra numa unidade hoteleira da capital Luanda.

Os jogos serão disputados em sistema de todos contra todos a um volta,  sem paragem do cronómetro, e divididos em quatro períodos de 10 minutos cada, com intervalo de um minuto e de cinco minutos entre o segundo e terceiro período.

Em Maio último, Angola participou em Maputo (Moçambique) na terceira edição do evento, onde conquistou a primeira posição na categoria de Master, com a equipa da Prudencial Clube.