Zoran Maki deixa 1.º de Agosto e Dragan Jovic volta

0
422

O tetracampeão angolano e semifinalista da Liga dos Campeões de África 1.º de Agosto anunciou hoje a saída do técnico luso sérvio Zoran Maki e o regresso do bósnio Dragan Jovic, “arquiteto” dos títulos em 2016 e 2017.

A troca de treinador foi anunciada na página oficial do clube pelo presidente dos “agostinos, Carlos Hendrick, que não indica as razões da saída de Zoran Maki, que, contratado no início da época passada por dois anos, acaba por sair a meio do contrato e a três dias do jogo de estreia do 1.º de Agosto na 41.ª edição do “Girabola”.

“Carlos Hendrick, presidente de Direção do Clube 1.º de Agosto, deu a conhecer hoje ao nosso site que Dragan Jovic será o novo treinador do 1.º de Agosto. Dragan Jovic foi o arquiteto dos campeonatos de 2016 e 2017”, lê-se na página oficial do clube, lembrando que foi o técnico bósnio que quebrou, em 2016, nove épocas de “jejum” de títulos.

“Querido pela nação rubro e negra, pelo facto de ter devolvido a estabilidade a equipa que ficara nove anos sem conquistar o maior título nacional, Dragan regressa a uma casa que bem conhece e onde é sempre bem-vindo”, acrescenta a publicação, adiantando que a rescisão foi feita por “mútuo acordo”.

A direção do 1.º de Agosto indicou estar a tratar de “alguns aspetos administrativos para possibilitar a chegada [a Luanda] do técnico dentro de 10 dias” e lembrou que Dragan Jovic chegou ao 1.º de Agosto a meio da época de 2014, tendo saído do clube “por razões de saúde” após conquistar por duas vezes o “Girabola”.

Na página oficial, o 1.º de Agosto não indica se Zoran Maki ficará ao comando da equipa até à chegada de Dragan Jovic ou se será o técnico adjunto, Ivo Traça, a tomar conta da equipa.

Alvo de alguma contestação dos adeptos “agostinos” no início da época passada, iniciada com resultados negativos, Zoran Maki, que tem dupla nacionalidade – sérvia e portuguesa -, liderou os também conhecidos por “militares” à conquista do tricampeonato angolano.

Além disso, o técnico sérvio-luso levou o 1.º de Agosto às meias-finais da Liga dos Campeões de África, tendo vencido por 1-0, em Luanda, os tunisinos do Esperance de Tunes, saindo, porém, derrotado na capital da Tunísia por 4-2, num jogo bastante polémico, em que a equipa de arbitragem zambiana, segundo os angolanos, “ofereceu” a passagem à final à equipa da país do Norte de África.

Na primeira jornada do “Girabola”, que se iniciou sábado com um empate a um golo entre o Atlético Sport Aviação (ASA) e o Sagrada Esperança, o 1.º de Agosto desloca-se terça-feira ao terreno do vizinho Interclube, com os restantes jogos a disputarem-se hoje.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here