WC de escolas do Kilamba estão um “Nojo”

0
84

Passados 8 anos após á inauguração da centralidade do Kilamba, um dos projectos habitacionais mais ambiciosos do executivo angolano, regista um estado de degradação das infraestruturas preocupante.

A nossa equipa de reportagem esteve no interior de uma escola primária do Kilamba e o que nos chamou atenção foi o mal estado de conservação dos WC, às condições sanitárias encontradas são um autêntico atentado a saúde das crianças que frequentam as escolas do Kilamba.

É importante inverter o quadro numa centralidade onde até há água canalizada mas o cenário das casas de banho escolares é desolador.

O ultimo relatório da Unicef revela:

Globalmente apenas 69 por cento das escolas têm um serviço básico de água potável 1 em 4 escolas primárias e 1 em 6 escolas secundárias não têm serviço de água potável.

No geral, quase 600 milhões de crianças carecem de um serviço básico de água potável na escola. Menos da metade das escolas da Oceania e dois terços das escolas da Ásia Central e do Sul têm um serviço básico de água potável.

Globalmente, apenas 66 por cento das escolas têm um serviço de saneamento básico.
1 em 5 escolas primárias e 1 em 8 escolas secundárias não têm serviço de saneamento.
Um terço das escolas na África subsaariana e na Oceania não tem serviço de saneamento. Na maioria dos países onde há dados disponíveis, menos de 50% das escolas têm banheiros acessíveis para alunos com mobilidade limitada.

Globalmente, 600 milhões de crianças não têm serviço de saneamento básico na escola e quase 900 milhões de crianças em todo o mundo carecem de um serviço básico de higiene em suas escolas.

1 em cada 3 escolas primárias e mais de um quarto das escolas secundárias não têm serviço de higiene.
Mais de um terço das escolas em todo o mundo e metade das escolas nos países menos desenvolvidos não têm serviço de higiene.

info@kilambanews.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here