Chegou a sua vez de ser solidário, não perca esta oportunidade

0

Chegou o natal e com ele as acções de solidariedade, junte-se a uma iniciativa, tal como está a fazer este  grupo de empresas voluntárias que promove, pelo segundo ano consecutivo, a Acção Solidária Natal 2017.

Uma iniciativa que visa angariar brinquedos, alimentos, vestuário e outros bens de necessidade básica, que serão entregues, nesta sexta-feira, pelas 9 horas, a mais de 433 beneficiados entre os quais mais 185 crianças da Comunidade do Tapo, na Barra do Kwanza, município de Belas, a cerca de 43 Km a sul do centro da cidade.

A Acção Solidária tem como missão contribuir para a melhoria das condições de vida das famílias carentes angolanas. O projecto teve início no Natal de 2016 e repetiu o sucesso no Cacimbo de 2017, com a participação de diversos colaboradores e empresas voluntárias.

Como as empresas podem colaborar? A proposta desta Acção Solidária é mobilizar diversas organizações empresariais que estejam sensíveis à situação das pessoas carenciadas e que possam, de forma simples e solidária, oferecer aos seus colaboradores a possibilidade de se aliarem a um movimento de boa acção, para aquecer o corpo e o coração dos mais necessitados.

Os colaboradores das empresas podem aderir ao propósito desta campanha voluntariamente, com as doações, e levar até aos postos de arrecadação instalados nos seus ambientes de trabalho. Para tornar-se uma empresa solidária, é preciso apenas concentrar em sua estrutura um ponto de recolha voluntária e, ao final da campanha, entregar os donativos no Ponto de Arrecadação da Acção, na sede da NC, na Academia de Formação da Pumangol, no Talatona.

Além disso, a empresa pode divulgar internamente a iniciativa para angariar doadores, como também posicionar-se junto ao público de seu interesse, como apoiador da iniciativa. Também poderá ajudar a organizar equipas voluntárias, a fim de participar da triagem e entrega dos donativos ao final do período de recolha.

O projecto, que tem a coordenação da NC – Núcleo de Comunicação, conta com as participações das instituições voluntárias ZAP, Prohuman e a AJACOM, e o Kilambanews também entrou nesta onda solidária, divulgando as acções, e vai cobrir o acto de entrega dos bens que vai minimizar a carência destas famílias.

 

Share.

Leave A Reply