Quiosques do Xikila Money encerram a partir de segunda-feira

0
128

Os quiosques da rede Xikila Money instaladas nas províncias de Luanda e Huambo encerram a partir de segunda- feira, face ao aviso do BNA que declara como falido o Banco Postal.

Espalhados pelos passeios de avenidas e em largos de referência, as quiosques que captam depósitos e pagam operações de levantamento de até 20 mil kwanzas, com base no telemóvel do cliente, eram até à data uma iniciativa que agregava populares do segmento informal e de baixa renda.

A este respeito, Rui Minguêns vice- governador do BNA disse que a sua instituição vai assegurar-se, junto da entidade liquidatária, que a iniciativa da rede Xikila, conhe- cida como banca no telemóvel ou mobile banking, possa ser retomada por outros operadores, por se tratar de uma nova forma de prover serviços bancários aos clientes.

O vice-governador insistiu em que, a partir de segunda-feira, em clara obediência ao aviso do BNA, as agências do Banco Postal e redes de quiosques Xikila estão proibidas de prestar atendimento ao público. A entidade liquidatária, a designar pelo juiz responsável pelo caso, é que vai indicar a forma de contacto dos clientes. É junto destes que os clientes vão confirmar os seus depósitos para que sejam ressarcidos.

“A população vai acolher esta medida com muito mais confiança no nosso sistema, porque vai perceber que ele está bem regulado e que as regras são claras para todos os operadores e são para serem aplicadas e cumpridas”, declarou.

Desde que iniciou a sua actividade, em Setembro de 2016, e com o lançamento do primeiro segmento de negócio, o pagamento por telefone, o banco captou mais de 125 mil clientes e cerca de 1.600 estabelecimentos comerciais.

Dois funcionários do Xikila Money, que pediram o anonimato, garantiram a este jornal que até terem largado, por volta das 17 horas de ontem, não tinham tomado conhecimento da informação de falência, nem de um eventual desemprego.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here