No seu primeiro discurso sobre “o Estado da União” Trump apela à unidade

0

Presidente propôe compromissos mas reitera aspectos essenciais da sua agenda. Democratas reagem com cepticismo acusando Trump de “extremismo” e insultos raciais

Ao descrever a sua Presidência como “um novo momento americano”, Donald Trump apelou nesta terça-feira, 30, à noite, à unidade de todos os americanos e pediu aos dois partidos políticos do país para em conjunto apoiarem a construção de infraestruturas modernas no país.

Na política externa, Trump afirmou que a ajuda financeira deve ir só para países “amigos da América”.

No seu primeiro discurso sobre “o Estado da União” e numa altura em que as divisões políticas no país são vistas como das mais profundas da história americana, Trump tentou ultrapassar as polémicas e divisões que têm rodeado a sua Presidência afirmando que queria falar “sobre que tipo de futuro vamos ter e que tipo de nação vamos ser”.

O Presidente americano disse que “não é suficiente estarmos unidos em tempos de tragédia”.

“Eu apelo a todos para pormos de lado as nossas diferenças, procurarmos terreno comum e alcançarmos a unidade que precisamos para servir o povo que nos elegeu para o servir”, disse Trump.

“Todos nós, juntos, como uma equipa, um povo, uma família americana”, afirmou o Presidente que enumerou alguns dos sucessos do seu Governo, como a aprovação de um novo sistema fiscal que reduz os impostos a companhias e aos cidadãos americanos.

Contudo, ele reafirmou alguns dos aspectos da sua política e endureceu a sua posição na luta contra o terrorismo, afirmando que quer que a controversa prisão de Guantanamo permaneça aberta.

Num claro sinal das profundas divisões que afectam a legislatura americana, 14 congressistas democratas boicotaram a sessão conjunta do Congresso.

Fonte: VOA

Share.

Leave A Reply