Luanda em festa triste

0
495

Hoje25 de Janeiro, é o dia de Luanda. Com efeito, Luanda comemora, hoje, 443 anos da sua fundação.

Espero que, neste dia festa, todos reflictam sobre a sua relação e comportamento para com Luanda. É importante que os governantes e a população tenham consciência de que Luanda é a capital de Angola – um País que aspira ser uma grande potência em África e no mundo. É evidente que para se alcançar esse ambicioso objectivo é necessário inteligência e entregam por parte dos governantes (infelizmente, muitos deles não têm luzes) e a colaboração da população, fazendo a sua parte, nomeadamente, tendo comportamentos positivos (civismo e cumprir com as suas obrigações para com o poder local (Governo Provincial e Administrações Municipais).

Espero que a população mude de mentalidade. Oxalá ela seja mais bem-educada e exerça o seu dever cívico de denunciar as más atitudes de munícipes em conflito com lei e com o civismo. Não se pode ficar indiferente a actos que prejudiquem a comunidade, tais como a vandalização dos bens públicos, que pertencem a todos.

Se a população, ainda que paulatinamente, mudar de comportamento negativo e vergonhoso, em termos de civismo, morrei feliz… Não, podemos ter munícipes que furtam os apetrechos da escolas, que vandalizam os postes de energia eléctrica, que urinam nas partes comuns dos prédio, que façam cozinhados nas corredores e, nos edifícios, colocam o saco de lixo à porta de casa, quando deveriam descer para o depositar no contentor.

A população de Luanda deve fazer tudo que estiver ao seu alcance para convencer o Governo Central, de modo a que o dia 25 de Janeiro seja um feriado provincial para que ela possa participar de diferentes actividades sociais relacionadas com os festejos dessa circunscrição administrativa. Os luandenses e os luandinos também têm direito a festejar condignamente o dia da fundação da província de que são naturais e/ou na qual residem.

Gostava tanto que o Governo Provincial de Luanda, em parceria com empresas públicas e/ou privadas, realizasse um espectáculo musical para os luandinos. Esse espectáculo até poderia ser uma marca de Luanda, «LUANDA FESTIVA». É importante dizer que essa eventual actividade cultural jamais porá de lado outros eventos culturais e desportivos. Luanda precisa de mais cultura e desporto.

Acredito que há alguns empresários interessados em abraçar o projecto cultural mencionado. Há alguns sensíveis para questões culturais. A lei do mecenato de ser levada em consideração.


Pensando em Luanda e na sua população.

José Carlos DE ALMEIDA

(Joseca Makiesse)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here