Gestão dos espaços reservados não depende da Administração

1
1059

A informação foi garantida pelo administrador do distrito urbano do Kilamba em entrevista a MFM. Em alusão ao 7° aniversário da Centralidade do Kilamba, inaugurada a 11 de Julho de 2011, a rádio MFM decidiu criar uma emissão especial que tem o jornalista João Pinto, como apresentador.

João Baptista Domingos, Administrador do Distrito Urbano do Kilamba, em entrevista para o especial da MFM, garantiu que a gestão dos espaços não depende da administração, revelando que há uma empresa que trata dos assuntos.

“Nós como administração temos recebido propostas dos nossos empresários e empreendedores, com o objectivo de colocarem aqui serviços como piscina, parques de diversões. Mas a verdade é que, os espaços disponíveis aqui na Cidade do Kilamba, onde estes projectos deveriam ser executados não dependem da administração local”, começou por dizer. “Estes espaços que vocês vêem a matagal, não dependem da administração. Dependem da EGTI (Empresa de Gestão de Terrenos Infraestruturados).

No ano passado foi aprovado um diploma legal que estabelece que todo floral do Kilamba em termos de venda e gestão é da responsabilidade da EGTI”. João Baptista Domingos, afirmou ainda que a responsabilidade de sua administração, é encaminhar os projectos para a empresa de gestão. “E temos feito o seguinte, é encaminhar estas situações a EGTI, e pelas informações que tenho recebido de muitos interessados nisso, é de que não estão em condições de suportar o que lhes é solicitado em termos financeiros”, garantiu.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here