Distrito urbano do Hoji-ya-Henda combate prostituição com cursos profissionais

0
724

O aumento de queixas sobre prostituição no distrito urbano do Hoji-ya-Henda, no município do Cazenga, em Luanda, levou as autoridades locais a montarem uma acção de sensibilização junto das mulheres apanhadas nessa prática, oferecendo-lhes cursos profissionais como forma de as retirar das ruas.

O programa de formação foi anunciado esta terça-feira, 18, pela administradora para a área Social do distrito, Lídia Gomes, um dia depois da detenção de mais de 30 prostitutas, num acção conjunta da administração do Hoji-ya-Henda e da Polícia.

“O que mais me surpreendeu é que temos senhoras com mais de 40 anos”, disse a responsável, explicando que todas foram “devidamente identificadas e cadastradas”, no âmbito da acção de sensibilização, que visa inibir a prostituição através da formação.

“Cada uma delas vai escolher um curso de preferência e, a partir de segunda-feira, a formação terá início num centro de formação daqui do distrito, no sentido de as preparar para o mercado de trabalho”, antecipou a administradora, em declarações citadas pela agência Lusa.

Lídia Gomes garantiu que a iniciativa veio para ficar. “Hoje estamos aqui com mais de 30 senhoras e julgamos que se pararmos por aqui a mesma não poderá surtir o efeito desejado, então o programa será feito todas as sextas-feiras (…)”, prometeu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here