Tourada será convertida este ano num centro cultura

0

A antiga Praça de Touros de Luanda, edifício do período colonial português, construído há mais de 50 e com demolição por concretizar há vários anos, deverá ser convertida este ano num centro cultural, como prevê o Governo angolano.

A garantia foi avançada este mês pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, que promete que o futuro centro cultural multidisciplinar será um motivo de orgulho e permitirá dinamizar a arte em Luanda, disponibilizando o futuro espaço de forma gratuita e ocupando os jovens.

Uma pretensão que vai ao encontro dos desejos dos moradores, que convivem há décadas com um edifício inacabado, como explicou à Lusa António Cristóvão, um dos moradores da chamada “Tourada”, no bairro Cassequel, distrito urbano da Maianga.

Imagem relacionada

“Da forma que a Tourada está, se transformarem de verdade este espaço num centro cultural vai ser uma honra e benefício para todo o mundo, vai ajudar muita gente e vai ser uma coisa positiva para o bairro e para a sociedade”, apontou o morador, de 48 anos.

Inaugurada em 1964, mesmo sem estar totalmente concluída, aquela praça foi palco, no período colonial, da exibição de nomes sonantes da tauromaquia portuguesa e depois da independência angolana serviu para exibição de músicos angolanos e africanos, até o Governo ter traçado a sua demolição, em 2014.

A crise que entretanto assolou o país atrasou um projeto que o Governo pretende recuperar este ano, para satisfação de Henriqueta João, de 37 anos, proprietária de um salão de beleza num dos espaços comerciais da antiga praça de touros de Luanda.

“Acho que será sim uma coisa melhor porque poderá proporcionar vários momentos de lazer para a população e os moradores aqui desta área, maior divertimento com a família”, disse, sublinhando que a Tourada “está subaproveitada”.

“Podiam manter estas lojas no sentido de gerar receitas para o Estado. Com certeza, tendo em conta que temos poucos espaços culturais e para o bairro seria melhor mesmo a reabilitação do espaço”, considerou.

Resultado de imagem para Praça da Tourada Luanda

António Augusto da Cunha, um dos moradores mais antigos da zona do Cassequel, recorda com nostalgia o tempo em que assistia de perto às corridas de touros naquele recinto, lamentando o atual estado de degradação e abandono do espaço.

“Era antigamente apenas tourada, espaço de divertimento com bois enormes que lutavam com as pessoas e não tinha sequer bares como agora. O espaço está transformado em lojas, pensões”, lamentou o morador, de 63 anos.

“Tenho conhecimento que será agora um centro cultural, a notícia é boa e vai fazer desaparecer essas atuais estruturas”, observou, a propósito da utilização do edifício para o comércio, com pequenas lojas que vendem um pouco de tudo.

“Vai ficar bom porque aqui não temos nada e a cultura vai fazer bem. Deixou sim, muita saudade, o espaço eram touros, panos vermelhos, luta e deixou saudade dos portugueses”, concluiu.

O período em que o recinto ficou reservado para espetáculos musicais, após 1975, é recordado por Lucy de Sá Sebastião, de 44 anos, afirmando que o bairro carece agora de recintos culturais.

“Depois da independência, entravamos aqui para ver os cantores, daí que espero mesmo que reabilitem este espaço de cultura para o bem do bairro”, realçou.

O morador recorda que viver naquela zona “era muito diferente”, esperando que a reabilitação do espaço faça retornar o movimento de outrora.

Fonte: Lusa / KN

Share.

Leave A Reply