Crescimento do streaming responsável pela revitalização da música

0
364

O formato teve um crescimento ao ano de 8,5% e estabeleceu a receita nos mesmos valores de 2008.

Se houve uma altura em que se falou no declínio da indústria da música a verdade é que nos últimos anos tem-se assistido a uma inversão desta tendência, com o formato de streaming a ser responsável por um aumento das receitas.

“O ano de 2017 foi brilhante para a indústria da música. A receita global da música chegou aos 17.4 mil milhões de dólares () em 2017, acima dos 16 mil milhões de dólares () de 2016, um crescimento anual de 8,5%. São 1.4 mil milhões de dólares () que colocam o crescimento um pouco abaixo dos níveis de 2008 de 17.7 mil milhões de dólares (), o que significa que o declínio que se verificou na maior parte dos últimos dez anos foi expurgado”, pode ler-se no Music Industry Blog.

Com os serviços de música como o Spotify ou o Apple Music a angariarem cada vez mais clientes não é de admirar que haja cada vez mais receita a chegar às grandes editoras. Porém, serviços como o Spotify que ainda oferecem uma opção gratuita são vistos como ameaças a este crescimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here