Começa hoje a campanha de Angola no CAN do Egipto

0
169

O combinado nacional começa a sua caminhada na 32ª edição do Campeonato Africano das nações em Futebol, no jogo  diante da sua congénere da Tunísia, agendado para hoje, às 18H00, no estádio de Suez.

A partida vai testar os níveis motivacionais dos Palancas Negras, que partem já com a provável integração da principal referência no ataque, Gelson Dala, recuperado de uma lesão no pé direito.

Sem Show, por acumulação de amarelos, os pupilos de Srdjan Vasiljevic terão missão difícil, por defrontarem um conjunto que se apresenta como candidato à conquista do troféu, muito pelo seu posicionamento no ranking da CAF, onde ocupa a segunda posição.

Tendo por objectivo repetir ou melhorar os feitos (quartos-de-final) de 2008 e 2010, o combinado nacional precisa de se apresentar ao mais alto nível nesta primeira partida, dado que uma vitória encurtaria o caminho para o objectivo traçado.

Depois deste encontro, Angola vai medir forças com Mali e Mauritânia, outros integrantes do grupo.

O dia de hoje abre com Côte d’Ivoire – África do Sul, para a conclusão da primeira jornada do crupo D, cujo primeiro jogo registou a vitória de Marrocos sobre a Namíbia, por 1-0.

De acordo com o ex-seleccionador dos Palancas, obreiro da inédita presença de Angola no Mundial de 2006 (honras) e 2001 (sub-20), na Alemanha e Argentina, respectivamente, nestas competições curtas e rápidas é sempre bom entrar a ganhar.

“A nossa sorte neste jogo vai depender muito do modelo e da estratégia táctica que o treinador vai utilizar. Do ponto de vista táctico e estratégico, Angola não deve jogar cá atrás. É preciso arriscar. É importante que o seleccionador não peça aos jogadores para perder por menos, senão vai perder por muitos golos. Nunca se deve pedir aos jogadores para irem ao campo e perder por menos”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here