CEO da Huawei quer despedir “colaboradores medíocres”

0
287
Ren Zhengfei, president of Huawei Technologies Co., gestures as he speaks during a session on day two of the World Economic Forum (WEF) in Davos, Switzerland, on Thursday, Jan. 22, 2015. World leaders, influential executives, bankers and policy makers attend the 45th annual meeting of the World Economic Forum in Davos from Jan. 21-24. Photographer: Jason Alden/Bloomberg via Getty Images

Ren Zhengfei dirigiu-se a todos os colaboradores através de um e-mail no final da semana.

O CEO da Huawei, Ren Zhengfei, dirigiu-se a todos os colaboradores da empresa através de um e-mail no final da semana passada, prevendo dificuldades e adiantando que pretende dirigir a tecnológica com mais cautela.

“Provavelmente a situação geral nos próximos anos não será tão brilhante como imaginei, temos de preparar-nos para tempos de dificuldades. Também temos de deixar para trás colaboradores medíocres e algumas despesas da empresa”, pode ler-se no e-mail em questão, entretanto partilhado pelo Financial Times.

Zhengfei aponta ainda que “as coisas correram suavemente nos últimos 30 anos”, notando que foi uma fase de “expansão estratégica”. Porém, o fundador da tecnológica chinesa afirmou também que é necessário “analisar com cuidado se todas as subsidiárias geográficas são eficientes” e “conduzir alguma organização”.

O e-mail deve-se sobretudo às suspeitas de espionagem que têm sido levantadas por vários países – entre eles os EUA – e que referem que a Huawei instala ‘portas de traseiras’ nos seus equipamentos e serviços em todo o mundo para que o governo chinês consiga aceder a informação privada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here