Candidato à Presidência do Brasil Jair Bolsonaro sofre atentado

0
1097

Ele foi atingido com uma faca, foi submetido a uma cirurgia de quatros e não tem previsão de alta

O candidato do PSL à presidência do Brasil, Jair Bolsonaro, foi esfaqueado enquanto fazia campanha eleitoral nesta quinta-feira, 6, em Juiz de Fora, no Estado de Minas Gerais.

Levado para a Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, Bolsonaro foi submetido a uma cirurgia durante quatro horas para estabilização do candidato que, por volta das 21 horas da noite, estava em condição estável, de acordo com os médicos.

A informação inicial era de que o ferimento tinha sido superficial, com suspeita de uma lesão no fígado, mas mais tarde foi descartado qualquer problema no fígado.

Os intestinos foram atingidos bem com uma artéria, mas os médicos conseguiram estancar as lesões.

O também deputado sofreu “uma lesão por material perfurocortante na região do abdomen”, segundo a sua assessoria.

Jair Bolsonaro recebeu uma transfusão de sangue e não tem previsão de alta.

A informação inicial era de que o ferimento tinha sido superficial, com suspeita de uma lesão no fígado, mas mais tarde foi descartado qualquer problema no fígado.

Os intestinos foram atingidos bem com uma artéria, mas os médicos coseguiram estancar as lesões.

Médicos explicam

Os médicos Luiz Henrique Borsato, Renato Villela Loures e Cícero Rena, da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, disseram que o intestino delgado foi costurado, mas não foi feita uma emenda na área atingida no intestino grosso, optando-se pela ligação com uma bolsa externa.

Sem precisar o tempo de recuperação, os médicos disseram que o período mínimo de hopitalização mínimo deve ser de uma semana a 10 dias.

Eles adiantaram não haver condições clínicas de o candidato ser transferido para outro hospital neste momento.

Os médicos Luiz Henrique Borsato, Renato Villela Loures e Cícero Rena, da Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora, disseram que o intestino delgado foi costurado, mas não foi feita uma emenda na área atingida no intestino grosso, optando-se pela ligação com uma bolsa externa.

Sem precisar o tempo de recuperação, os médicos disseram que o período mínimo de hopitalização mínimo deve ser de uma semana a 10 dias.

Entretanto, uma equipa médica do Hospital Sírio-Libanês, o de maior referência no país, chegou nesta noite à Santa Casa de Misericórdia para analisar com os médicos a possibilidade da transferência de Jair Bolsonaro para São Paulo.

O autor

Adélio Bispo de Oliveira, autor do atentado, foi detido por um polícia militar que se encontrava no local.

Oliveira, que mora em Montes Claros, em Minas Gerais, está actualmente desempregado e encontrava-se há uma semana numa pensão em Juiz de Fora.

Ele confessou o crime à polícia, que abriu um inquérito.

Nas redes sociais, Oliveira é um crítico recorrente de Bolsonaro.

“Dá nojo só de ouvir que (sic) dizer que a ditadura deveria ter morto pelos uns 30 mil comunistas”, escreveu Adélio Bispo de Oliveira num post a 1 de Agosto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here