Bolsonaro e Haddad na segunda volta da eleição presidencial no Brasil

0
820

Candidato da direita diz que vai unir o país e o da esquerda quer unir os democratas

O candidato do PSL Jair Bolsonaro e o candidato do PT Fernando Haddad disputam no dia 28 a segunda volta da eleição presidencial no Brasil.

Na primeira volta neste domingo, 7, com 99 por cento das urnas apuradas, Bolsonaro consegue 46,27 por cento dos votos e Haddad obtém 28,94 por cento.

Na corrida ao Planalto, Ciro Gomes (PDT) obteve 12,52 por cento, enquanto Geraldo Alckmin (PSDB) soma 4,82 por cento.

Numa transmissão ao vivo no Facebook ao lado do economista Paulo Guedes, que será o seu ministro das Finanças, caso for eleito, Jair Bolsonaro prometeu unir o país.

“O agradecimento que faço é a todos os brasileiros, ganhamos em quatro regiões. Perdemos no Nordeste, mas nossa votação no Nordeste foi muito boa e tenho certeza que Deus ajudará por ocasião do segundo turno”, afirmou.

“Temos tudo para sermos uma grande nação. Temos que unir o nosso povo, unir os cacos que nos fez o Governo da esquerda no passado. […] Vamos unir o nosso povo. Unidos, seremos, sim, uma grande nação. Ninguém tem o potencial que nós temos”, acrescentou Bolsonaro, para quem o Brasil “não pode dar mais um passo à esquerda”.

Por seu lado, em declarações num hotel em São Paulo, o candidato do PT Fernando Haddad, comemorou a passagem à segunda volta.

Ele afirmou ser preciso aproveitar a segunda volta com “sobriedade” e “senso de responsabilidade” e prometeu “unir os democratas do Brasil”.

Na sua intervenção, Haddad revelou ter conversado com outros três candidatos que ficaram de fora na segunda volta: Ciro Gomes (PDT), Marina Silva (Rede) e Guilherme Boulos (PSOL).

“Nós queremos unir os democratas do Brasil, nós queremos unir as pessoas que têm atenção aos mais pobres desse país tão desigual. Queremos um projecto amplo para o Brasil, profundamente democrático, mas também que busque de forma incansável a justiça social”, declarou o candidato do PT.

Para Haddad, esta eleição tem “muita coisa em jogo, muita coisa em risco, o próprio pacto da Constituinte de 88 está hoje em jogo em função das ameaças que sofre quase que diariamente”.

Nas eleições deste domingo, em 12 dos 27 Estados mais o Distrito Federal, Brasília, os governadores foram eleitos na primeira volta.

Houve eleições para o Senado e a Câmara dos Deputados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here