Bióloga angolana recebe prémio das Nações Unidas

0
150

A jovem bióloga e ambientalista angolana Adjany Costa faz parte de um grupo de jovens que recebeu, na quinta-feira, em Nova Iorque, prémios pelo seu empenho e dedicação para a protecção do ambiente.

Além de Adjany Costa, são igualmente vencedores do prémio “Campeões da Terra” 2019, seis jovens, nomeadamente das Filipinas, Brasil, Nepal, Rússia, Líbano e Estados Unidos.

O Prémio “Campeões da Terra”, avaliado em 28 mil dólares e uma iniciativa do Programa das Nações Unidas para o Ambiente (UNEP), foi entregue durante uma gala à margem da 74ª sessão da Assembleia-Geral da ONU.

Adjany Costa disse que o dinheiro vai ser todo aplicado em projectos de desenvolvimento social para as comunidades Luchazes, no Cuando Cubango, onde “práticas insustentáveis ameaçam a sua subsistência, depois dos prejuízos provocados pela guerra, que durou três décadas, e as minas terrestres da floresta de Miombo”.

Em declarações à imprensa angolana, à margem da Cimeira do Clima da ONU, Adjany Costa reconheceu que os jovens angolanos têm hoje uma maior abertura para falar do ambiente e de outros sectores da vida económica, política e social do país.

A bióloga afirmou que hoje os jovens têm muito mais liberdade para criar e dizer o que lhes vai na alma.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here